A Alpi Distribuidora atua no segmento de beleza, com foco em esmaltes e itens de maquiagem. A empresa trabalha com a distribuição de produtos da própria marca, a Dailus, e sua sede está localizada em São Paulo, mas atende clientes de todo o território nacional.

Há cerca de quinze anos no mercado, a empresa precisava de mais agilidade no processo de vendas, tendo em vista que esse era realizado de maneira manual.

Com o objetivo de resolver essa questão, a Alpi fechou uma parceria com a LifeApps, empresa do Grupo Máxima, especializada em plataformas de e-commerce para a cadeia de abastecimento. Um dos principais motivos foi a facilidade de integração da solução com o ERP utilizado pela distribuidora, o WinThor.

Antes do uso da plataforma, a Alpi Distribuidora realizava a emissão de pedidos a partir de tabelas. Com uma média de 30 distribuidores em sua carteira de clientes, era necessário criar uma planilha para cada um, de modo a documentar os pedidos e as especificações dos produtos.

Em alguns casos, os pedidos eram recebidos até mesmo por e-mail, sendo necessário imprimir esses conteúdos para dar continuidade no processo de venda. “Antigamente era um processo muito arcaico. Hoje não tenho mais planilha de pedido, então tudo passa pelo portal da LifeApps”, explica Caio Teixeira, responsável pela área de sistemas da empresa.

Após a implementação da plataforma de e-commerce, esse problema foi solucionado. E a empresa não enfrentou dificuldades na adaptação dos processos, já que a mudança foi bem recebida tanto pela equipe de colaboradores quanto pelos clientes, que se empolgaram com a possibilidade de fazer as compras de maneira direta e online. O projeto inicial era que a plataforma fosse exclusiva para pedidos dos clientes de São Paulo, mas isso foi expandido para todas as regiões do país.

Com o uso de um sistema, a Alpi Distribuidora conseguiu notar resultados positivos. Isso porque o tempo gasto na captação de pedidos antigamente poderia chegar a 4 dias, e agora isso é feito de maneira automática e a organização demora no máximo 6 horas, representando uma economia de mais 94% no tempo gasto nos processos.

Outro benefício foi o aumento da produtividade dos colaboradores, que não precisam mais se dedicar à montagem de planilhas e são direcionados para tarefas mais estratégicas na operação. Além disso, agora é possível ter noção da demanda dos pedidos. Teixeira conta que “hoje eu lanço um produto e eu já consigo disponibilizar para o meu distribuidor fazer o pedido, sem ter o item no estoque ainda”.

Para Rafael Martins, CEO do Grupo Máxima, é fundamental considerar as possibilidades e benefícios do e-commerce B2B (business to business). “Hoje em dia, não podemos mais correr o risco de cometer erros e perder tempo realizando tarefas manualmente. A tecnologia busca auxiliar diferentes processos e se adequar às necessidades de cada operação”, finaliza Martins.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *