Se você já tem um e-commerce, provavelmente enfrenta um problema comum nesse segmento: a falta de vendas regulares para o mesmo cliente. Esse tipo de situação pode ser contornado com estratégias envolvendo cupons de desconto e cashback.

Independentemente do tipo de produto que você venda, essas boas práticas são importantes para que os seus clientes sejam fidelizados. Dessa maneira, é possível ter mais vendas recorrentes e uma lucratividade maior no seu negócio.
 

Neste artigo, saiba mais sobre como o uso de cupons de descontos e cashback pode ser usado para proporcionar o aumento das vendas e a fidelização de clientes em um e-commerce. Acompanhe.
 

A importância da fidelização de clientes em um e-commerce

Conquistar um novo cliente custa entre 5 e 7 vezes mais do que manter um atual. Essa frase é de Philip Kotler, considerado por muitos como o pai do marketing.
 

Para conquistar a fidelização dos clientes, a primeira coisa que deve ser avaliada é como está a sua relação com quem compra de você. Uma forma simples para mensurar isso é acompanhar as métricas que mostram a porcentagem de consumidores que fizeram uma segunda compra em seu estabelecimento.
 

Caso note que uma porcentagem grande de clientes que compraram de você e nunca mais voltaram, pode ser que eles tenham ficado insatisfeitos com o produto ou serviço que adquiriram. Também, existe a possibilidade de você ter ficado devendo no relacionamento.
 

Práticas como o e-mail marketing são essenciais para manter um programa de relações públicas e uma estratégia de fidelização com os seus clientes. Após a compra ser realizada, por exemplo, podem ser enviadas mensagens pedindo a opinião sobre o atendimento, entre outras questões.
 

Em suma, para fidelizar clientes é preciso ser estratégico e, dessa forma, conquistar mais visão e controle sobre as vendas
 

Além disso, para as empresas que trabalham no esquema B2B, é essencial saber como aliar os vendedores externos ao canal de vendas online.
 

As estratégias com cupons de desconto e cashback

Quem não gosta de ganhar um desconto? Fazer economia é algo considerado positivo por todo mundo, principalmente em épocas de crise financeira, como a que estamos passando atualmente.
 

Além disso, essas ações podem ser essenciais para vender mais, principalmente em épocas como a atual, em que o e-commerce está tão em alta.
 

As compras realizadas no e-commerce cresceram consideravelmente no último ano, muito por conta da pandemia da Covid-19, que fez com que as medidas de isolamento social fossem implementadas por governos municipais e estaduais.
 

De acordo com uma reportagem publicada no portal Money Times, os cupons de desconto e cashback movimentaram mais de R$ 1,5 bilhão no primeiro semestre de 2020. O número é bastante animador, e você deve levar isso em consideração para fidelizar clientes no seu e-commerce.
 

As estratégias com cupom de descontos são as mais diversas. Entre elas se destaca a criação de kits de produtos. Ou seja, o cliente ganha um desconto se comprar mais de uma unidade de determinado item. É o famoso “Pague 2 e leve 3”.
 

Além disso, outra estratégia que vem sendo muito utilizada pelos e-commerces é o cashback.
 

Entenda de uma vez por todas o que é cashback

Cashback é um termo em inglês que, se traduzido para o nosso idioma, significa literalmente “dinheiro de volta”. Ou seja, quando o consumidor faz uma compra, parte do investimento retorna para ele.
 

De tal maneira, o cashback pode ser considerado um cupom de desconto, tendo em vista que o cliente poderá usar esse valor para comprar novamente do seu e-commerce no futuro.
 

Geralmente, a quantidade de dinheiro que volta para o cliente varia e, normalmente, é calculada a partir de uma porcentagem.
 

O cashback pode funcionar de duas maneiras diferentes. Na primeira delas, o valor pode ser resgatado diretamente para a conta corrente do banco à escolha do usuário, e precisa ter um valor mínimo para o saque. Assim, ele poderá fazer uma nova compra com dinheiro de volta.
 

A outra forma funciona como um desconto em compras futuras no site. Ou seja, o cliente gastou X reais e pode resgatar Y quando voltar a comprar de você. Essa maneira é mais interessante para reter clientes, tendo em vista que ele terá que fazer a compra no seu e-commerce para resgatar o valor. Haverá créditos em novas compras!
 

Existem alguns bancos e plataformas de cashback que fazem a função de intermediário, investindo em aplicativos que os e-commerces podem cadastrar, por exemplo.
 

6 vantagens do cashback e dos cupons de desconto para e-commerces

Para os e-commerces, investir nessas ações pode ser bastante vantajoso. Veja, a seguir!
 

1. Aumento da visibilidade

Os programas de cashback fazem com que as empresas tenham um ganho de visibilidade enorme, tendo em vista que as pessoas valorizam esse tipo de ação, que faz com que elas economizem dinheiro.
 

Com o cashback, a marca passa a ser reconhecida aos olhos do consumidor, e isso faz com que os clientes não apenas sejam fidelizados, mas também se tornem promotores do seu e-commerce.
 

Isso porque eles poderão indicar o seu negócio para amigos, familiares, colegas de trabalho etc. Também podem deixar avaliações em suas redes sociais, incentivando outras pessoas a comprarem de você.
 

2. Atrair novos clientes

Além de fidelizar, uma campanha de cashback também contribui para a atração de novos clientes. 
 

Afinal, se um produto custar o mesmo preço na sua loja virtual e na concorrente, mas você oferecer o cashback, obviamente ele escolherá comprar no seu e-commerce.
 

Atrair novos clientes será muito mais prático para a sua empresa. Por isso, não deixe de fazer esse investimento.
 

3. Aumento do ticket médio

Quando você oferece cupons de desconto e cashback no seu e-commerce, também proporciona o aumento do ticket médio do negócio.
 

Isso pode ser conquistado de forma estratégica! Você pode impor que o cliente só pode ganhar o desconto se comprar acima do valor X, por exemplo.
 

De tal maneira, para obter o benefício, o consumidor comprará mais e o seu e-commerce verá o ticket médio subir de maneira exponencial. 
 

4. Aumento das vendas em períodos de baixo consumo

É bastante comum que as vendas online caiam em épocas sazonais, quando não está acontecendo um evento importante, como o Natal e a Black Friday, que impulsionam os consumidores a gastarem.
 

As estratégias de cupom de desconto e cashback atraem consumidores em todas as épocas do ano. Logo, elas são uma excelente iniciativa para reduzir o impacto sazonal nas taxas de conversão.
 

Afinal, com esse tipo de estratégia, o cliente consegue créditos para comprar online ou fazer a compra com dinheiro de volta.
 

5. Entendimento do perfil do cliente

No caso do cashback, para obter o benefício, o cliente precisa se cadastrar no programa de fidelidade. Ou seja, essas pessoas precisarão fornecer dados para serem recompensadas com os descontos ou o dinheiro de volta.
 

Com os dados, é possível que você conheça melhor os seus clientes e o comportamento de consumo deles. Dessa forma, a análise será realizada e, munido dessas informações, ações promocionais mais efetivas podem ser feitas.
 

Lembre-se apenas que, para coletar e usar dados de terceiros, deve ser seguida à risca a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).
 

6. Gestão da rede de afiliados

Muitos e-commerces têm aderido aos programas de gestão da rede de afiliados. Nesse caso, produtores de conteúdo usam seus canais para divulgar parcerias e ganhar comissões sobre as vendas.
 

Quando você trabalha com cupons de desconto e cashback, os afiliados podem usar isso como recurso de venda. Dessa forma, mais vendas serão realizadas pela sua rede de parceiros, que ajudará no crescimento do negócio.
 

Nesse caso, para acompanhar os resultados, você deve identificar a origem da compra, de modo que os cupons de desconto e cashback precisam ter códigos exclusivos para cada afiliado. 
 

A ideia desse rastreamento é poder mensurar qual dos afiliados está trazendo mais resultados para o seu e-commerce.
 

Em suma, os programas de cashback e cupons de desconto são uma peça importante para a fidelização de clientes nos dias de hoje. Por isso, convém que você se informe bem sobre o assunto e conheça mais sobre essa tendência. 
 

Confira o nosso artigo que apresenta ações de sustentabilidade, mostrando como o seu e-commerce pode ajudar na preservação do planeta. Essa é uma excelente leitura sobre o marketing verde e como isso gera mais vendas.