Proporcionar uma compra segura para o cliente no seu e-commerce deve ser um dos principais objetivos almejados. Afinal, esse é um dos fatores que influenciam diretamente na atração e fidelização do público – contribuindo para o sucesso de uma loja virtual em longo prazo.

Para compreender a importância disso, precisamos considerar que a confiança entre consumidores e vendedores geralmente é um problema maior online do que offline. Nas operações online não existe como criar uma interação física e há um limite para testar o profissionalismo de um varejista.
 

Quando você vai até uma loja física, pode tocar no produto, testá-lo e sair com ele em mãos. Por outro lado, uma compra online sempre desperta uma pequena incerteza até que você finalmente receba as mercadorias em mãos.
 

Toda operação se torna mais tranquila quando a loja virtual se preocupa em tranquilizar o consumidor – demonstrando credibilidade para atendê-lo com toda segurança necessária. Portanto, mais do que oferecer uma compra segura, é preciso deixar bem claro para o consumidor que ele pode vivenciar essa compra segura.
 

Mas como você pode trabalhar a confiança do seu e-commerce e criar uma experiência de compra segura? Neste artigo, veremos algumas dicas pontuais que vão ajudá-lo.
 

A importância de uma experiência de compra segura

De acordo com uma pesquisa realizada pela Centre for International Governance Innovation (CIGI) com 24.000 usuários de internet em 24 países, 22% disseram que nunca compram online – e desses, 49% deram a falta de confiança como o motivo.
 

Já segundo a buySAFE, 81% dos compradores online se preocupam ao fazer compras em um site com o qual não estão familiarizados. Isso pode significar perda de vendas e perda de clientes a longo prazo, causando impacto nas suas conversões.
 

Como emoção, a confiança é afetada por vários outros aspectos – sociais, psicológicos, econômicos, filosóficos. Geralmente, são três os fatores que contribuem para o estado de confiança: a chance de ganho, a chance de perda e uma incerteza sobre o assunto.
 

A incerteza será máxima quando as chances de ganhos e de perdas forem iguais. Porém, a certeza será maior quando alguma delas reduzir. Portanto, um e-commerce que busca aumentar as chances de levar um consumidor até o momento da compra precisa ressaltar o potencial de ganho e diminuir o medo da perda – elevando a certeza.
 

Um exemplo seria o abandono de carrinho por um cliente em potencial por causa de cobranças ocultas que aparecem somente no momento do pagamento. O cliente demonstra confiança ao ter certeza do produto e selecioná-lo, mas tem uma quantidade quase igual de desconfiança em encontrar encargos adicionais inesperados adicionados ao custo do produto.
 

A probabilidade de ganho será maior se a confiança do consumidor for alta, levando a baixa desconfiança e vice-versa. Por exemplo, clientes tendem a comprar mais produtos em um site que eles visitam regularmente, pois já possuem uma relação de confiança com a marca.
 

É importante entender que a confiança não é uma escolha, mas um estado psicológico subjetivo que pode ser influenciado – basta que a loja virtual saiba como demonstrar que realmente oferece uma compra segura e pode cumprir suas promessas.
 

Para compreender isso melhor, veja quais são os principais medos dos visitantes que podem ser o motivo de perdas para um e-commerce:

  • Cair em alguma espécie de golpe ou operação fraudulenta

  • Dados do cartão de crédito serão roubados

  • O site não é de uma empresa verdadeira

  • Não é possível ter certeza sobre as propriedades do produto

  • Seus dados pessoais poderão ser acessados por terceiros

  • Impossibilidade de acompanhar o andamento do seu pedido

  • Dificuldade para trocar produtos ou resolver outros problemas que possam surgir
     

10 dicas para trabalhar a confiança do seu e-commerce

Acabamos de ver quais são os maiores medos dos visitantes de um e-commerce – que podem afetar sua confiança e afastá-los de uma compra. Portanto, a melhor forma de trabalhar a confiança do seu e-commerce é justamente minimizar todos esses aspectos.
 

Sua loja virtual deve proporcionar uma experiência de compra segura e demonstrar que essa é uma preocupação real para você. Isso pode ser feito tanto de formas diretas quanto indiretas. E é exatamente isso que veremos nas dicas a seguir!
 

Veja algumas ideias para trabalhar a confiança do seu e-commerce e criar uma experiência de compra segura para o consumidor:
 

1. Adote um design intuitivo e de fácil navegação

Independentemente de qualquer outra coisa, é o design que cria as primeiras impressões para seus visitantes. Um estudo realizado pelo Google revelou que as pessoas podem formar opiniões sobre um site em apenas 17 ms com base no seu design.
 

Por maior que seja sua preocupação em oferecer uma compra segura, dificilmente o usuário conseguirá compreender isso com um design antiquado e desleixado – transmitindo uma sensação de que o site foi criado no improviso em apenas 5 minutos. Por outro lado, um e-commerce bem construído inicia com o pé direito e começa a criar uma sensação de confiança.
 

2. Torne suas informações de contato visíveis

As informações de contato da sua empresa devem ser facilmente localizadas em todas as páginas do seu site. Essa é uma ótima forma de mostrar algum cuidado e ficar disponível para seus clientes quando eles precisarem de você no processo de compra.
 

Entre as principais dessas informações de contato estão o endereço, telefone, e-mail de contato, fotos da empresa e página “sobre nós”. Como adição, você pode até fornecer um recurso de assistência de bate-papo online.
 

3. Mostre depoimentos de clientes

Depoimentos genuínos (positivos e negativos) e a avaliação de usuários feitos por pessoas reais são uma grande vantagem em mostrar transparência sobre os produtos e sobre o seu site. Certamente uma avaliação elogiando a agilidade na entrega ou a qualidade do produto pesa positivamente na decisão de compra de um novo visitante.
 

Você está deixando claro que não está apenas preocupado com os números de vendas, mas sim que deseja que seus visitantes gastem seu dinheiro da melhor maneira possível – ajudando-os a tomar uma decisão informada.
 

Para tornar essas ações ainda mais efetivas, você pode adicionar nomes completos, fotos de pessoas que enviam depoimentos ou depoimentos em vídeo. Afinal, qualquer um pode escrever depoimentos nos dias de hoje. Deve haver algo que diga aos visitantes que os depoimentos ou avaliações em seu site são genuínos e não falsos.
 

4. Informe a sua política de privacidade

Não crie uma página de política de privacidade apenas para deixá-la lá abandonada. Deixe tudo claro e conciso. Explique quais informações pessoais você precisará e por quê.
 

Além disso, adicionar informações sobre a privacidade dos clientes ao lado do formulário em que você está coletando o endereço de e-mail ou qualquer outra informação pessoal pode ajudar bastante a aumentar a confiança e a credibilidade do seu site.
 

5. Exiba certificados de segurança

Depois de ouvir sobre tantas fraudes online com cartão de crédito, mesmo uma criança não enviaria os detalhes do cartão de crédito em nenhum site aleatório da web. Por isso, você deve mostrar ao público certificações que comprovem a segurança em inserir seus dados pessoais no seu e-commerce para criar uma experiência de compra segura – especialmente na página de checkout.
 

Entre os certificados de segurança mais usados estão:

  • Certificado SSL

  • SiteLock

  • Reclame Aqui

  • Norton Secured

  • E-bit

  • ClearSale

  • Comodo

  • Certisign

  • Site Blindado
     

Porém, procure não exagerar na exibição de muitos certificados de segurança. Os fraudadores geralmente adoram exibir muitos desses selos apenas para enganar as pessoas. Se você fizer o mesmo, seu site refletirá o oposto das intenções que você estava tentando transmitir.
 

6. Ofereça garantias

Outra ótima maneira de criar uma experiência de compra segura é oferecendo garantias para minimizar as chances de perda para o consumidor. Se ele sabe que pode ter seu dinheiro de volta ou trocar o produto caso fique insatisfeito, ele fica mais tranquilo para efetuar uma compra.
 

100% de devolução do dinheiro, garantia de preço mais baixo, possibilidade de troca… Não importa quais garantias você deseja oferecer, é fundamental que você as enfatize bem em sua página. Certifique-se de colocá-los bem e contrastá-los para atrair a atenção adequada. Seus clientes devem saber que o risco de compra é mínimo.
 

7. Demonstre sua autoridade

Você tem um selo ou certificação de revendedor autorizado para os produtos que está vendendo em seu site? Por que não mostrar isso para garantir a seus clientes que eles não receberão nenhuma réplica, mas sim o produto da marca original que eles solicitaram?
 

Além disso, se você foi agraciado com qualquer prêmio ou reconhecimento do seu setor, também pode mostrar um pouco sobre isso para obter melhor credibilidade. Relaxe, não há necessidade de descartar a modéstia por completo. Os visitantes certamente ficarão mais tranquilos ao compreenderem toda sua autoridade no mercado.
 

8. Entregue conteúdo de qualidade

Não há nada que mate credibilidade de uma empresa como erros de digitação e gramaticais no conteúdo do site. Se você entrar em uma loja virtual e se deparar com nomes de produtos escritos errados, certamente ficará com um pé atrás, não é? Parece apenas um detalhe, mas trata-se de um fator que merece sua atenção.
 

Além disso, é importante ter uma preocupação para não fornecer conteúdo abaixo do padrão para seus clientes. Publicar apenas fotos dos produtos sem contexto algum não desperta a atenção do público e pode deixar novos visitantes com incertezas sobre sua credibilidade.
 

Em vez disso, você pode reforçar a confiança do seu e-commerce oferecendo ideias e dicas que seus clientes possam utilizar no dia a dia. Além disso, a apresentação de entrevistas com especialistas do setor ou vídeos de reviews dos produtos gravados pela sua equipe são outras ótimas maneiras de adicionar credibilidade ao seu site.
 

9. Exiba botões de compartilhamento social

Se você tem um bom número de seguidores e uma conta ativa em mídias sociais como Facebook ou Instagram, mostre isso aos visitantes. Essa é uma maneira de ressaltar que você não é um fraudador e tem uma comunidade ativa de pessoas interessadas em saber o que você tem a oferecer em seu site.
 

Para isso, não deixe de exibir botões de compartilhamento social – que facilitam que os usuários encontrem suas páginas nessas plataformas. Com uma rápida navegada nos seus perfis, os clientes podem vivenciar um aumento da confiança – vendo centenas de seguidores, avaliações de clientes, comentários de outros usuários e várias publicações nos últimos meses.
 

10. Diversifique as opções de pagamento

Opções de pagamento diversas também ajudam na criação de credibilidade para um e-commerce e permitem que os usuários tenham uma compra segura. Afinal, quanto mais confortável o cliente estiver no momento do checkout, maiores são as chances de que a operação seja finalizada.
 

Imagine que a única opção de pagamento oferecida seja o depósito em uma conta corrente. Uma grande parte dos clientes podem abandonar a compra no momento de efetuar o pagamento por ficarem desconfiados, não é?
 

Com a evolução da tecnologia, existem cada vez mais formas de pagamento que podem ser exploradas por um e-commerce:

  • Cartões de crédito

  • Pagamentos mobile

  • Transferências bancárias

  • Carteiras digitais

  • Cartões pré-pagos

  • Depósito direto

  • Boleto bancário

  • Criptomoedas
     

Para explorar essa diversidade nas formas de pagamento, basta que você encontre uma boa plataforma para criar o seu e-commerce.
 

Você está preparado para oferecer uma compra segura?

Conforme vimos ao longo deste artigo, oferecer uma experiência de compra segura é fundamental para qualquer e-commerce que busca maximizar seus resultados de vendas e obter sucesso em longo prazo. Quanto maior for a relação de confiança com o público, melhores podem ser os resultados obtidos.
 

Para isso, é fundamental criar uma loja virtual que transmita credibilidade ao público. Neste momento, todos os fatores estão interligados: design, conteúdo, funcionalidades, produtos e outras ações digitais. Com um site ou aplicativo de qualidade, torna-se mais fácil ser bem-sucedido no mercado.
 

E então, gostou das dicas para proporcionar uma experiência de compra segura para o seu público? Quais são as maiores dificuldades que você encontra para colocar isso em prática? Deixe o seu comentário.