Atualmente, é impossível falarmos sobre uma gestão de e-commerce eficiente sem citarmos o uso de dados atualizados. Por ser um modelo de negócio que funciona online, o fácil acesso aos dados sempre foi uma característica marcante e um diferencial das lojas virtuais. Porém, cada vez mais, saber usar essas informações é uma questão de sobrevivência.

Imagine que você tenha uma loja virtual de produtos de jardinagem. Certamente existem dezenas de outras empresas semelhantes espalhadas pela internet, não é? No momento de atrair e fidelizar clientes, é fundamental proporcionar a melhor experiência possível. Porém, para colocar isso em prática, você precisa saber do que o seu cliente gosta.
 

Como você deve apresentar seus produtos no e-commerce? Quais formatos de anúncios funcionam melhor? Como simplificar a experiência de compra? Qual é o perfil dos clientes que compram na sua loja virtual? Quais são os produtos mais acessados? Como as pessoas descobrem o seu e-commerce? Todas essas são informações que você consegue obter com base em uma gestão eficiente dos dados.
 

Uma plataforma de e-commerce precisa fornecer dados para que a experiência online melhore a cada dia. Dados proporcionam insights e resultam em crescimento. Neste artigo veremos a importância desses dados na gestão de e-commerce.
 

Qual é o papel dos dados para o comércio eletrônico?

Então, você está se perguntando como a análise de dados pode ajudá-lo beneficiar a gestão de e-commerce?
 

Primeiramente, você precisará perceber que praticamente tudo é feito pelos computadores hoje em dia e que não há necessidade de negar esse recurso interessante. Diversas rotinas podem ser automatizadas e todas ações no mundo digital deixam rastros que podem ser analisados para levar a insights valiosos.
 

Porém, a quantidade de dados processados pelos computadores é enorme. Para que tudo corra bem, você precisa coletar esses dados corretamente e depois interpretá-los da melhor forma possível.
 

Qual é o padrão do comportamento dos meus clientes? O que eles querem mais? Qual é a coisa que eles provavelmente não gostam? Todas essas e muitas outras perguntas, a análise de dados responderá por você e lhe trará mais embasamento para a gestão de e-commerce.
 

Entender os padrões é o que você deseja alcançar. E, em vez de perder horas e horas (e até dias e semanas) pesquisando os dados, coletando-os e decodificando, você entrega esse processo para a máquina.
 

Em termos simples, a análise de dados engloba um conjunto de quaisquer ferramentas ou métodos de análise de dados usados para obter informações valiosas sobre os negócios a partir de vastos volumes de dados gerados pelo e-commerce. Com a ferramenta de análise de comércio eletrônico correta, você pode definir e medir suas metas de negócios através dos KPIs e métricas adequados que funcionam para seu negócio.
 

Veja alguns dos dados que você precisa analisar e estruturar para otimizar a gestão de e-commerce:

  • Metas de vendas

  • Taxa de conversão

  • Canais de atribuição

  • Analytics

  • Faturamento

  • Dashboards da plataforma

  • Quantidade de pedido
     

10 benefícios da análise de dados para a gestão de e-commerce

Quando a análise de dados é colocada em prática, a gestão de e-commerce se beneficia de muitas maneiras diferentes. Logo a seguir veremos os principais impactos positivos de explorar corretamente as informações disponíveis.
 

1. Construção de uma cadeia de suprimentos robusta

Os clientes compram online por dois motivos principais: conveniência e preços melhores. É por isso que sua cadeia de suprimentos precisa ser robusta.
 

Os produtos anunciados no seu site estão disponíveis em quantidades adequadas no seu inventário? Caso contrário, resultará em uma entrega mais lenta e o nível de satisfação do cliente provavelmente cairá – juntamente com o lifetime value do cliente. Por outro lado, ter muitas unidades em estoque ocupará espaço em seu inventário e aumentará seus custos.
 

Encontrar esse equilíbrio entre oferta e demanda é complicado. E é por isso que o uso de análises de dados para prever vendas futuras é vital.
 

2. Análise de informações para detectar fraudes

A análise de dados também desempenha um papel fundamental na detecção de fraudes. Como a análise pode detectar padrões com base no comportamento do cliente, pode avisá-lo quando uma transação suspeita for detectada.
 

Considerando que um dos objetivos da gestão de e-commerce é reduzir a inadimplência e equilibrar o fluxo de caixa, evitar operações fraudulentas é sempre desejável. Basta aproveitar os dados que estão à disposição.
 

3. Previsão de tendências futuras

Os volumes de vendas podem variar bastante ao longo de um ano inteiro, não é? A falta de previsibilidade em relação à receita é um dos grandes vilões do fluxo de caixa – e da gestão de e-commerce.
 

Porém, a análise de dados pode ajudá-lo a determinar tendências futuras com base em vários fatores – incluindo o tamanho das transações, a estação do ano, a categoria de produtos e assim por diante.
 

Essa análise é útil para determinar como serão as vendas futuras e ajudará a determinar em quais produtos você deve focar, se é necessário reajustar seu inventário, quais táticas de marketing precisam ser implementadas, quais promoções oferecer em produtos diferentes, entre outros insights.
 

4. Personalize recomendações para seus clientes

Vender para o mesmo cliente é muito mais fácil do que adquirir um novo – qualquer vendedor sabe disso. É por isso que quando você pode vender para o mesmo cliente mais de uma vez, está otimizando o valor que pode obter deles. As recomendações personalizadas são uma ótima maneira de fazer isso.
 

Sempre que alguém clica em um produto, pode receber a indicação de outros produtos são recomendados. Com isso, há uma chance de que eles desejem explorar e comprar algo além da compra original. Os sistemas de recomendação também são ótimos porque, quando o mesmo cliente retorna ao site, ele pode ver antecipadamente o que há de novo e relevante para ele, com base no histórico de compras anterior.
 

Para entender isso, basta pensar na sua própria experiência de compra. Certamente você já recebeu indicações personalizadas, não é? Isso não acontece de forma mágica – mas sim com base em dados!
 

5. Otimização das ações de marketing

As informações relacionadas à análise de marketing digital são muito importantes para a gestão de e-commerce. Você pode gastar centenas ou milhares de reais em campanhas de marketing, mas se não conseguir determinar sua eficácia, nunca poderá descobrir se sua estratégia está ou não funcionando.
 

Ao usar ferramentas para análise de dados, você pode mensurar os resultados em tempo real. Isso inclui informações importantes – como o número de cliques em anúncios, o tempo de envolvimento dos visitantes em seu site, os canais de tráfego e a eficácia da promoção. Medindo essas métricas, você pode determinar seu retorno do investimento e ajustar sua estratégia de marketing para o futuro.
 

6. Pesquisa e desenvolvimento de produtos

Escolher os produtos corretos para vender não é tarefa fácil para a gestão de e-commerce. Muitos produtos ideais ficam bem no papel, mas a falta de pesquisa pode causar falhas graves. Por isso, existem muitos fatores que determinam se um produto será bem-sucedido ou não e, portanto, uma assertiva dividida pode ser a diferença entre grande sucesso e falha.
 

Entretanto, a análise de dados está possibilitando que os e-commerces vivam o momento e capitalizem tendências. Isso significa que você pode adaptar suas estratégias para acompanhar o mercado – oferecendo ao cliente exatamente o que ele deseja.
 

Ou seja, a análise de dados pode destacar o que as pessoas estão comprando, quanto estão pagando e quando estão fazendo suas compras. Ao acessar essas informações em tempo real, você pode manter suas ofertas sempre atrativas.
 

7. Otimização das estratégias de preços

A análise de dados não consiste apenas em identificar o que o consumidor está fazendo. Também possibilita aumentar e diminuir o preço com base em seu comportamento. Essa é uma forma de gerenciamento de preços, mas quando implementada corretamente, também pode ajudar a aumentar as margens de lucro e o retorno do investimento.
 

A gestão de e-commerce pode tomar decisões proativas e reativas baseadas no mercado e na tolerância dos consumidores. Isso possibilita identificar como eles responderão a determinados descontos e ofertas.
 

A análise de dados oferece às empresas a oportunidade de operar com um maior nível de agilidade. Isso os ajuda a seguir o cenário em constante mudança, bem como as necessidades e comportamentos dos clientes.
 

Imagine que os preços de determinado produto disparem porque ele apareceu em um filme famoso recentemente. Se você não acompanhar essa tendência, pode perder a chance de vendê-lo com margens maiores de lucro.
 

Por outro lado, se todos os concorrentes estiverem baixando os preços de um outro produto, você precisa considerar essa estratégia também para não ficar para trás. O mercado está em constante mudanças – mas a análise de dados pode ajudá-lo a navegar.
 

8. Conheça melhor os seus clientes

Um dos desafios da gestão de e-commerce é conhecer profundamente os tipos de clientes, seus dados demográficos, seu comportamento e os casos de rotatividade. Toda essa análise é útil para determinar a estratégia do produto e qualquer realinhamento necessário para atender às metas de receita e negócios.
 

Além disso, essa análise também pode ajudá-lo a decidir quais promoções serão lançadas para maximizar as conversões de visitantes que estão visitando seu site.
 

9. Explore o máximo das mídias sociais

Primeiramente, precisamos considerar que é fundamental manter uma presença consistente nas mídias sociais para construir bons relacionamentos com o público. E analisar os resultados de cada ação realizada é essencial para obter retornos cada vez melhores.
 

Porém, o uso das mídias sociais pode ir muito além disso. Na nossa era digital atual, muitos clientes pesquisam as opiniões de outros usuários antes de comprar um produto. A coleta desses pontos de vista dos clientes por meio do uso de análise de dados ajuda os proprietários de e-commerce a saber o que está funcionando.
 

Usar o feedback das mídias sociais é uma maneira de algumas empresas melhorarem os próprios produtos. Estabelecer redes de compradores e usar seus dados para melhorar o comércio eletrônico é uma ferramenta valiosa e subestimada.
 

Manter o controle das preferências do cliente também permite analisar as tendências futuras. A coleta de grandes quantidades de dados para determinar quais produtos são os mais populares, quais variáveis mudam o volume de vendas, quais tendências estão ganhando popularidade, entre outros insights e valor.
 

Se os usuários que possuem o perfil do seu cliente estão falando muito sobre determinado produto, você pode se preparar para lançar uma campanha de marketing e reforçar os estoques para atender ao aumento da demanda de clientes, por exemplo. Trata-se de uma ótima oportunidade que não pode ser desconsiderada.
 

10. Estimule a fidelização de clientes

A aquisição de novos clientes é sempre bem-vinda na gestão de e-commerce, mas a retenção de clientes também deve ser valorizada para gerar receita recorrente para o seu negócio. Segundo especialistas, 80% da receita futura virá de 20% dos seus clientes existentes. Por isso, é importante focar no gerenciamento da lealdade do consumidor, repetir negócios e promover a satisfação do cliente.
 

Para entender e cultivar o relacionamento com os clientes – e realmente aproveitar as pessoas que já estão próximas da sua empresa – considere rastrear indicadores como lifetime value, retorno de visitantes, comportamento de compra, compartilhamentos sociais, renovações de assinaturas e atualizações.
 

Todos esses são dados valiosos que podem ser analisados para compreender melhor quais clientes voltam a comprar no seu e-commerce e por que motivos eles tomam essa decisão. Talvez medidas simples como enviar um e-mail de agradecimento podem se mostrar muito eficientes – mas você só poderá descobrir isso se estiver monitorando os resultados das suas ações digitais.

 

Você já conhecia a importância dos dados para a gestão de e-commerce? Está preparado para obter insights valiosos para otimizar os resultados conquistados? Então conheça os recursos do LifeApps.