Historicamente, uma nova e importante geração de tecnologias sem fio surge aproximadamente a cada 10 anos. Agora, estamos começando a ouvir sobre a Internet 5G, e espera-se que as implantações em produção e o maior volume de uso da rede 5G aconteça até 2023 ou mais. 

Mas como já implantamos serviços de banda larga e 4G, o que a tecnologia sem fio 5G poderia adicionar? Mais velocidade, talvez?

Antes de responder a qualquer pergunta a respeito da nova conexão 5G, é preciso ter calma e entender, primeiro, o conceito como um todo, os vários fatores que compõem a tecnologia, desde as características de uma velocidade 5G até seus possíveis benefícios.

O que a Internet 5G pode realmente oferecer?

A tecnologia sem fio de quinta geração (5G) é a mais recente iteração da tecnologia celular, projetada para aumentar a velocidade e a capacidade de resposta das redes sem fio. 

Com a velocidade 5G, os dados transmitidos através de conexões de banda larga sem fio podem atingir taxas de até 20 Gbps, excedendo as velocidades da rede com fio, oferecendo latência de 1 ms (milissegundo) ou menos, para usos que requerem atualização em tempo real. 

Com isso, a Internet 5G também permitirá um aumento acentuado na quantidade de dados transmitidos por sistemas sem fio, devido à largura de banda mais disponível.

Conexão 5G na prática

Além de melhorias na velocidade, capacidade e latência, a Internet 5G oferece recursos de gerenciamento de rede, entre eles o fatiamento de rede, que permite às operadoras móveis criarem várias redes virtuais em uma única rede 5G física. 

Esse recurso permite que as conexões de rede sem fio ofereçam suporte a usos ou casos de negócios específicos e possam ser vendidas como serviço. Um carro autônomo, por exemplo, exige uma fatia de rede que oferece conexões extremamente rápidas e de baixa latência para que um veículo possa navegar em tempo real. 

Um eletrodoméstico, no entanto, pode ser conectado por uma conexão mais lenta e de menor potência, porque o alto desempenho não é crucial. A Internet das Coisas (IoT) pode usar conexões seguras, somente para dados.

As redes e serviços 5G serão implantados em etapas nos próximos anos para acomodar a crescente dependência de dispositivos móveis e habilitados para Internet. No geral, a conexão 5G deve gerar uma variedade de novos aplicativos, usos e casos de negócios à medida que a tecnologia é lançada.

5G na indústria automotiva

Indiscutivelmente, o caso de uso com mais destaque na Internet 5G é a condução autônoma. Se você examinar um carro de perto, verá que a maioria das operações é controlada pela tecnologia, não pelo motorista. 

A Internet 5G é essencial para garantir que o veículo possa efetivamente tomar decisões inteligentes e seguras com base na grande quantidade de dados compartilhados entre os componentes do sistema do veículo, outros veículos e elementos da infraestrutura da rodovia.

Uma conexão 5G robusta permitirá mais descentralização, mas para carros autônomos realmente prosperarem, uma experiência móvel completamente perfeita é essencial para mantê-los constantemente conectados. 

O desafio é projetar uma arquitetura de TI que possa ser implantada globalmente e, ao mesmo tempo, permitir que a tecnologia localizada atenda a diferentes regiões.

Eficiência agrícola

O que pode ser feito nas fábricas também pode se aplicar às fazendas, o que significa mais automação dos processos e a capacidade de usar sensores para melhorá-los. 

Por exemplo, a Vodafone, multinacional britânica de telecomunicações, já colocou sensores nas caudas das vacas durante testes com a nova tecnologia de Internet 5G. Quando estão prenhas, a temperatura das vacas aumenta, e elas agitam mais o rabo para permanecerem frescas.

Um sensor simples pode relatar o aumento da temperatura e o movimento da cauda, ​​que podem ser processados ​​por inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina para prever o tempo provável do trabalho de parto, o que significa que o fazendeiro e o veterinário são capazes de planejar um cronograma.

Um maior uso de sensores pode ajudar o fazendeiro e os veterinários com outros animais, do ponto de vista da saúde, mas, também, rastreando movimentos e, potencialmente, ajudando a reduzir a chance de animais serem roubados.

A Internet 5G VS. 4G

Cada geração de tecnologia celular é separada não apenas pela velocidade de transmissão de dados, mas também por uma quebra nos métodos de codificação, que exige que os usuários finais atualizem seu hardware. 

O 4G pode suportar até 2 Gbps, e continua lentamente a melhorar as velocidades. O 4G apresenta velocidades até 500 vezes mais rápidas que o 3G. A Internet 5G pode ser até 100 vezes mais rápido que o 4G.

A principal diferença entre 4 e 5G é o nível de latência: a do 5G é muito menor, usando a codificação OFDM, semelhante ao 4G LTE. O 4G, no entanto, usa canais de 20 MHz, ligados a 160 MHz, enquanto a 5G tem até 800MHz de canais, o que exige blocos maiores de ondas de rádio.

Quais os recursos e benefícios da Internet 5G para empresas?

Como vimos, a Internet 5G permitirá uma explosão no uso de IoT mais avançados, que irão consumir maior largura de banda e vigilância remota, aumentando as interações entre os diferentes pontos de extremidade da IoT, e alavancando a Inteligência Artificial e o aprendizado de máquina – especialmente no campo de veículos autônomos. 

Esses casos de uso de largura de banda mais alta exigem uma rede mais rápida e responsiva sob demanda para realizar todo o seu potencial.

Em alguns casos, a rede 5G fornecerá mais flexibilidade no acesso à tecnologia. Da mesma forma, a Internet 5G também aproveitará os recursos de rede definidos por software para gerenciar melhor o acesso aos casos de uso específico que as organizações possuem.

Vamos dar uma olhada em alguns dos recursos e benefícios da Internet 5G para empresas.

  • Velocidade e largura de banda

Vimos que o recurso 5G que mais chama atenção é o aumento da velocidade e largura de banda. Com uma taxa de dados de até 10 Gbps, o 5G traz uma melhoria de 10 a 100 vezes comparado com a tecnologia 4G existente. 

Agora, o celular é uma tecnologia em potencial para automação de filiais porque as conexões WAN finalmente têm largura de banda suficiente. 

Para as empresas, o benefício real do 5G pode não ser a largura de banda real, mas a pressão que o 5G exerce sobre os preços de mercado da conectividade de WAN existente.

  • Baixa latência

A baixa latência será a outra chave para o uso da conexão 5G. Hoje, as empresas estão usando MPLS ou linhas dedicadas principalmente para baixa latência em aplicativos de linha de negócios

A baixa latência da Internet 5G pode trazer flexibilidade adicional, que permite às empresas abandonar parte de sua infraestrutura MPLS da filial em favor das conexões 5G menos caras e mais flexíveis às filiais. 

Isso é especialmente estratégico em infraestrutura compartilhada ou de varejo, ou em ambientes muito remotos.

  • Alta conectividade

A densidade da rede 5G permitirá até 100 vezes mais dispositivos conectados na mesma área física em que o 4G opera hoje, mantendo 99,999% de disponibilidade. Embora essa densidade possa trazer vantagens comerciais para as forças de trabalho móveis, o benefício real é aumentar o tamanho do mercado de clientes móveis. 

O comércio eletrônico móvel está crescendo mais rápido que o tradicional e de varejo baseado em computador. Mais clientes usam tecnologias móveis para fazer compras online, portanto, a maior densidade aumenta o mercado digital em geral.

  • Redução de custos

Uma redução estimada de 90% no uso de dispositivos significa uma pequena economia de energia no nível do smartphone. Mas, da perspectiva da infraestrutura, especialmente para dispositivos IoT, a economia de energia pode ser significativa. 

A combinação de dispositivos IoT com uma comunicação celular 5G significa menor sobrecarga de energia no design e no consumo real. Pode-se esperar que os dispositivos remotos durem significativamente mais quando estiverem utilizando apenas bateria.

Algumas estimativas mostram até que uma bateria remota de 10 anos pode ser alcançada para dispositivos sensores baseados na IoT implantados em locais remotos.

  • Proteção de dados

A segurança é sempre uma preocupação para dispositivos móveis e dispositivos de IoT, principalmente porque esses últimos residem nos limites da rede corporativa. 

Com o 5G, uma segurança mais forte que o 4G estará disponível para designers, incluindo módulos de segurança de hardware, serviços de gerenciamento de chaves, aplicativos mobile e outros. 

Isso ajudará a garantir que os dados transmitidos pela rede 5G estejam seguros, além de proteger os pontos finais da rede.

Quais tipos de serviços sem fio 5G estarão disponíveis?

As operadoras de rede estão desenvolvendo dois tipos de serviços 5G:

Os serviços de banda larga sem fio fixa 5G

Os serviços de banda larga sem fio fixa 5G oferecem acesso à Internet em residências e empresas sem uma conexão com fio às instalações. 

Espera-se que os serviços de banda larga fixa tornem mais barato para as operadoras fornecer serviços para residências e empresas, porque essa abordagem elimina a necessidade de implantar linhas de fibra óptica em todas as residências. 

Em vez disso, as operadoras precisam instalar apenas fibra ótica nos sites de celular, e os clientes recebem os serviços através de modems sem fio.

Os serviços celulares 5G

Os serviços celulares 5G fornecerão acesso do usuário às redes celulares 5G das operadoras. 

Esses serviços começarão a ser lançados em 2020, quando se espera que os primeiros dispositivos habilitados para 5G (ou compatíveis) estejam disponíveis comercialmente. A entrega de serviços celulares também depende da conclusão dos padrões principais móveis do mercado.

O que a TI deve fazer agora com relação à Internet 5G?

Primeiro, esperar. Até porque a tecnologia ainda não está disponível no Brasil, isso deve acontecer em 2020.

O 5G manterá a compatibilidade com o IP, e portanto, os serviços existentes e planejados devem ser mapeados com efeito zero nos desenvolvedores ou operações. Em vez disso, e realmente pela primeira vez, teremos serviços de rede sem fio que podem substituir completamente os telefones fixos. 

Isso significa que não haverá diferença entre a rede fixa nos serviços disponíveis e a qualidade da experiência que os usuários realizarão essencialmente em todos os lugares. 

E para o usuário final, o que a Internet 5G significa?

Com toda essa eficiência esperada pela Internet 5G, velocidades de 50 Mbps ou mais não estão fora de questão. Mas o verdadeiro desafio para a era 5G não é a taxa de transferência por usuário – em vez disso, é a capacidade geral do sistema. 

A capacidade é vital, pois mais usuários com mais dispositivos e mais tráfego chegam às ruas. Para definir o 5G, inclua a demanda da Internet das Coisas pelos clientes, muitos dos quais exigirão taxa de transferência da classe megabit, e a capacidade de lidar com todo esse tráfego simultâneo, em tempo real e de missão crítica.

A chegada do futuro?

O futuro se parece muito com o mundo dos Jetsons, com robôs, sistemas de realidade virtual, casas inteligentes e carros autônomos se tornando parte da vida cotidiana.

E com a Rede 5G, a mobilidade vai estar no centro dessa transformação digital, com dispositivos capazes de fornecer um portal para realidades aumentadas e virtuais. 

A mobilidade e a Internet das Coisas (IoT) também estão percorrendo um caminho simultâneo, e vão se cruzar ainda mais quando as redes 5G entrarem em ação nos próximos anos.

Com os padrões de equipamentos sem fio 5G quase completos e os primeiros smartphones compatíveis e dispositivos sem fio associados disponíveis comercialmente em 2020, os casos de uso 5G começarão a surgir entre 2020 e 2025, de acordo com as projeções da Technology Business Research. 

Até 2030, os serviços 5G se tornarão populares e, espera-se que abranjam desde a entrega de conteúdo de realidade virtual (VR) até a navegação autônoma de veículos, habilitada pelos recursos de comunicações em tempo real 

Além do entretenimento, os consumidores terão acesso a soluções domésticas inteligentes, com sensores domésticos esperados como um dos dois principais aplicativos para 5G, o outro sendo serviços de TV 5G.

E por fim, juntamente com o aumento da conectividade, confiabilidade em locais remotos e segurança de dados, a Internet 5G traz a promessa de novas oportunidades para manufatura inteligente e IoT industrial.

O tempo de inatividade não planejado, a falha do equipamento e os erros de produção na área de fabricação podem levar a efeitos residuais na forma de controle de danos, insatisfação do cliente, interrupções na cadeia de suprimentos e até perda de receita. 

Ao adotar e planejar um inevitável futuro alimentado por Internet 5G, os fabricantes podem evitar esses riscos e acelerar os desenvolvimentos do setor 4.0, escalando simultaneamente outras áreas principais da tecnologia, incluindo IA, robótica, visão computacional e controle de movimento.