A realidade aumentada (RA) é um recurso que começa a ser aplicado no varejo online. A consultoria Estatista estima que, em 2021, 2,4 bilhões de pessoas já tenham utilizado essa tecnologia, enquanto que, em 2023, esse número deve chegar a 2,4 bilhões.

Quem ainda não ouviu falar dessa novidade, ela se trata de uma aplicação utilizada para a visualização de produtos no e-commerce. Tal qual o nome sugere, o produto pode ser observado em uma proporção otimizada, seja para se adequar ao ambiente, ao corpo do consumidor ou aonde mais ele for utilizado.

Para entender melhor como tudo funciona, confira a seguir mais sobre a aplicação da realidade aumentada no e-commerce e suas vantagens. 

O que é a realidade aumentada?

A realidade aumentada é um recurso aplicado no varejo online para otimizar a experiência do cliente. Imagine, como exemplo, uma loja de tintas na qual é possível visualizar em uma parede a real pigmentação de uma pintura realizada pela tinta da marca “x” e de cor “y”.

Por mais que uma paleta de cores já cumpra em parte essa função, somente a possibilidade de observar a aplicação da tinta em um ambiente proporcionará ao cliente dizer, com certeza: “é com esse produto que eu gostaria de pintar a minha casa”.

O mesmo vale para itens de vestuário, sobretudo em compras online. O cliente deseja visualizar em um modelo, com as mesmas dimensões de seu corpo, ainda que virtual, o caimento de uma peça.

A propósito, no segmento de moda em específico, a realidade aumentada representa uma verdadeira revolução. Afinal, uma das principais restrições apresentadas por parte dos consumidores é, justamente, a impossibilidade de identificar com precisão o quão adequada é uma vestimenta para o seu próprio corpo.

Os exemplos apresentados representam aplicações de realidade aumentada já utilizados no varejo online e encontram grande aceitação por parte dos consumidores. Para citarmos apenas alguns dados nesse sentido, vale mencionar, mais uma vez, um estudo realizado pela consultoria Estatisa, revelando que:

  • 61% dos clientes preferem comprar em sites que ofereçam Realidade Aumentada
  • 63% dos compradores afirmam que a RA melhora a experiência de compra
  • 44% dos consumidores com até 40 anos já utilizaram a RA nas compras online

Realidade aumentada x realidade virtual

Uma confusão recorrente entre quem é apresentado à realidade aumentada acontece com a aplicação da chamada realidade virtual. Embora os nomes sejam parecidos, estamos falando de recursos diferentes.

A realidade aumentada é uma tecnologia imersiva que integra informações digitais ao ambiente físico em tempo real. Por uma tela, ela adiciona imagens em modelo 3D geradas por computador para combinar os mundos virtual e real, transformando a percepção do que vemos.

A realidade virtual, por sua vez, representa um aprofundamento da experiência descrita acima, pois também tem por característica um envolvimento sensorial do usuário, que pode, por meio de equipamentos, sentir o que se passa no cenário no qual está imerso.  

Como funciona a realidade aumentada no varejo online?

Agora que você já sabe o que é a realidade virtual, vale conferir quais são as aplicações mais comuns relacionadas a essa tecnologia no varejo online.

Visualização de produtos

O fato de não poder manusear um produto ou simplesmente visualizar suas reais dimensões é um fator que coloca o consumidor em dificuldades durante as compras pela internet, não é mesmo?

Nesse sentido, uma das promessas da realidade aumentada é justamente oferecer ao consumidor a possibilidade de conferir em detalhes 3D todas as características do item que deseja adquirir.

Mais do que isso, é possível observar o produto no próprio ambiente. Lojas de móveis, por exemplo, vêm utilizando amplamente esse recurso. O cliente informa as dimensões de um ambiente de sua casa, seja no próprio site da loja ou para um atendente, e recebe uma imagem com o móvel posicionado em sua sala de estar ou cozinha.

Provador virtual

O provador virtual é outra aplicação amplamente utilizada. Como o próprio nome sugere, o consumidor pode visualizar o quão adequada é uma vestimenta ou acessório para seu corpo.

O recurso se popularizou inicialmente em óticas online de todo o país, que incluíram em seus sites um provador no qual o usuário posiciona seu rosto frente a câmera do celular para que um programa retire as medidas necessárias de sua face. Feito isso, os óculos do mostruário virtual podem ser experimentados, permitindo ao consumidor conhecer qual peça melhor se adequa ao seu rosto.

Uma aplicação parecida também é bastante utilizada em lojas de cosméticos. Com o rosto posicionado frente à câmera, batons e sombras podem ser aplicados na face do usuário.

Filtros em redes sociais

Mais do que oferecer uma melhor experiência de compra ao usuário, a realidade aumentada também é utilizada na área de marketing. Nas redes sociais, por exemplo, os filtros – recurso no qual o usuário pode otimizar uma foto a partir de diferentes efeitos ou inserir nela elementos gráficos dos mais variados tipos – são utilizados pelas marcas com diferentes objetivos.

Há lojas, por exemplo, levando para redes como o Instagram algumas das peças mais populares de suas lojas para que os usuários possam experimentá-las.

Como aplicar a realidade aumentada em seu e-commerce?

Que a realidade aumentada é um recurso que veio para ficar e tem muito a oferecer ao varejo online, a maior parte dos empreendedores já sabe. A pergunta, então, passa a ser: como utilizar esse recurso em meu e-commerce? O investimento é viável para pequenos e médios negócios?

Nesse sentido, vale esclarecer que você precisará de profissionais especializados para implementar a realidade aumentada em seu e-commerce. A propósito, é preciso identificar se a plataforma utilizada por você é compatível com o recurso.

Também é possível utilizar esse recurso em um aplicativo exclusivamente voltado para esse objetivo, fora de seu site. Nesse ambiente, visando baratear a ferramenta, você pode incluir apenas os produtos mais vendidos de sua loja.

Seja qual for a sua ideia ou disponibilidade financeira, vale recorrer à empresas especializadas na oferta dessa solução. A partir da opinião de um desenvolvedor, você poderá identificar qual a forma mais viável de implementar a realidade aumentada em seu e-commerce.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *