O gerenciamento de estoque eficaz é crucial para todos os negócios. Mas no mundo online, essa se tornou uma necessidade ainda maior. Os clientes buscam uma experiência cada vez mais completa – e tudo começa com a oferta de mercadorias sempre atualizada e entregas rápidas. Ou seja, a gestão de estoque no e-commerce B2B merece uma atenção especial.

Se sua empresa B2B está se aventurando nas vendas online, é crucial que você adote uma abordagem estratégica para construir sua operação de e-commerce. Simplesmente construir um site e carregar seu catálogo nele não será suficiente para fornecer valor para você, seus clientes ou sua equipe de vendas.
 

Mas como eliminar os erros na gestão de estoque no e-commerce B2B para garantir que sua empresa consiga ser bem-sucedida no mundo digital? Confira logo a seguir.
 

Por que o gerenciamento de estoque é importante para empresas B2B?

Para ser competitiva e bem-sucedida, uma empresa B2B precisa ser confiável. As empresas que dependem deles para estoque precisam ter certeza de que podem obter o que precisam, quando precisam. Sem uma solução de gestão de estoque no e-commerce B2B, um negócio nunca atingirá seu potencial total.
 

Os clientes B2B esperam que os níveis de estoque em uma página de produto sejam precisos. Nada é mais preocupante do que saber que um fornecedor tem menos item em estoque do que o esperado. Isso sugere que a empresa B2B não está preocupada em estar presente para seus clientes.
 

O gerenciamento de estoque é importante para todos os clientes, mas é particularmente importante para grandes clientes que fazem negócios consideráveis. Com uma gestão de estoque no e-commerce B2B eficaz, uma empresa pode atender a clientes de alto custo, garantindo que os itens de que eles precisam estejam sempre lá quando precisarem.
 

Principais erros cometidos na gestão de estoque no e-commerce B2B

Antes de falarmos sobre eliminar os erros, é preciso saber exatamente quais são esses erros, certo? Portanto, vamos conferir os principais erros cometidos na gestão de estoque no e-commerce B2B:
 

Nenhum lugar para armazenar e rastrear informações

Se sua empresa interage com clientes em potencial em vários pontos de contato, é fundamental que você armazene e controle todos os dados em um só lugar. Imagine que a última unidade de um determinado produto seja vendida na loja física. Essa informação levará quanto tempo para ser atualizada no e-commerce?
 

A venda excessiva pode ser problemática em um canal, quanto mais em vários canais, pois os pedidos se movem rapidamente. Se suas ferramentas de gerenciamento de estoque não conseguem acompanhar o ritmo das compras, a venda excessiva pode acontecer facilmente.
 

Digamos que sua empresa esteja vendendo um produto por meio de alguns canais online diferentes e em uma loja física. Isso significa que você listou o mesmo item de inventário em vários canais. Ter um estoque e várias plataformas de vendas é o padrão atualmente. No entanto, surgem problemas quando você vende a última peça do estoque para dois clientes diferentes por meio de dois canais separados.
 

Os clientes podem ficar insatisfeitos se você lhes disser que o item deles está fora de estoque após a compra. Você pode perder esta venda e também este cliente. Se ficarem frustrados, eles também podem compartilhar essas notícias negativas com outras pessoas que conhecem. Além disso, os consumidores que têm experiências ruins como essa e classificam sua interação com a empresa como insatisfatória têm grandes chances de diminuir seus gastos futuros.
 

Localização incorreta

Os canais de distribuição são essenciais para tornar uma plataforma de comércio eletrônico viável. Se o envio demorar muito, os clientes podem procurar outro lugar. A geografia desempenha um grande papel no gerenciamento da cadeia de suprimentos e entrega de produtos. Se sua plataforma de comércio eletrônico está vendendo itens em vários estados ou países, você precisa conhecer as regras e regulamentos de suas leis de importação. Os proprietários de empresas podem ter problemas quando seus produtos são parados na alfândega de fronteira ou a entrega demora muito.
 

Além disso, oportunidades podem ser perdidas se não forem criados centros de distribuição em locais estratégicos. Se você não armazena estoque em vários locais, você pode experimentar tempos de atraso. E se você não manter seu estoque atualizado em cada local, os benefícios de ter vários centros de distribuição diminuirão.
 

Uma maneira de gerenciar seu inventário em locais diferentes é usar um software de gerenciamento de inventário baseado em nuvem. Isso permitirá que você gerencie o estoque em vários depósitos em todo o mundo.
 

Previsão de estoque imprecisa

Se você deseja ser proativo em vez de reativo aos pedidos de comércio eletrônico, precisa estar preparado. Muitos proprietários de empresas descartam a importância da previsão de estoque – gerando falhas na gestão de estoque no e-commerce B2B.
 

Obviamente, há temporadas de grande movimento por conta de eventos e sazonalidade de alguns negócios – e as empresas sabem que precisam de mais estoque. No entanto, que tal planejar melhor para as calmarias, para que você não tenha tanto estoque morto em suas prateleiras ocupando espaço?
 

Ao encontrar padrões em compras de comércio eletrônico, você poderá orientar o processo de previsão e a prepará-lo melhor para os hábitos de compra de comércio eletrônico.
 

Rastreamento de estoque impróprio

Um ponto problemático comum na gestão de estoque no e-commerce B2B é monitorar e gerenciar seu estoque. O rastreamento inadequado e a falta de gerenciamento da cadeia de suprimentos resultam em erros que ocorrem se você rastrear apenas uma pequena parte do seu canal de suprimentos.
 

O gerenciamento adequado da cadeia de suprimentos requer um exame minucioso e contínuo das demandas do cliente, mudanças nos hábitos de compra do cliente e compreensão de como esses fatores afetam suas necessidades de estoque e fornecimento.
 

Sem transparência de inventário

Não fornecer aos clientes transparência de estoque é outro erro da gestão de estoque no e-commerce B2B. Os clientes em seu site devem ter a capacidade de visualizar o status do estoque online ao pesquisar produtos para comprar, permitindo que eles vejam se um item está em estoque e quando pode ser enviado.
 

Falta de automação

Se você ainda está monitorando o estoque com o Excel ou com caneta e papel, pode estar perdendo dinheiro. O rastreamento manual leva muito tempo e não traz resultados. Você está desperdiçando recursos e isso o impede de concentrar sua energia em outras áreas que podem ajudar a expandir seus negócios. Também há o fato de que o rastreamento manual significa que você está vulnerável a erro humano, bem como a furtos de funcionários.
 

5 medidas para eliminar falhas na gestão de estoque no e-commerce B2B
 

1. Ter um sistema de gerenciamento de estoque integrado e centralizado

Um sistema de software de gerenciamento de estoque pode ajudá-lo a aumentar a eficiência da gestão de estoque no e-commerce B2B. Uma solução eficiente pode simplificar processos árduos, como garantir que você seja alertado quando os níveis de estoque estiverem baixos ou até mesmo processar devoluções de clientes.
 

Trata-se de uma tecnologia projetada para acelerar tarefas rotineiras com precisão, deixando você confiante e com mais tempo para se concentrar em tarefas mais criativas. As soluções em nuvem economizam tempo e dinheiro de instalação, manutenção e conservação. Normalmente, você paga por uma assinatura ou licença, que inclui atualizações. Acessível com uma conexão à Internet, você pode monitorar todas as suas operações comerciais a partir de uma interface virtual e integrada, em qualquer lugar e a qualquer hora.
 

2. Invista na precisão do estoque

A gestão de estoque no e-commerce B2B realizada de forma eficiente ajudará você a entender o retorno de seus produtos. Você será capaz de identificar quais itens são populares em épocas específicas do ano e apontar seus horários de venda mais populares.
 

É vital planejar com antecedência. Embora isso possa ser uma tarefa difícil, com o sistema de gerenciamento de estoque certo que rastreia os dados, padrões previsíveis de oferta e demanda começam a surgir. Lembre-se de outras variáveis, como implicações sazonais e futuras promoções de marketing, ao considerar o pedido de estoque.
 

3. Avalie os produtos armazenados

Ficar com mais estoque do que pode realmente vender pode ser uma situação cara, mesmo para as lojas de comércio eletrônico administradas de forma mais eficiente. Para manter uma seleção saudável de produtos, investir em dados é crucial.
 

Bons sistemas de gerenciamento de estoque permitem que você analise regularmente a rapidez com que diferentes produtos estão se movendo para que você possa enviar itens de movimento lento com descontos, ofertas especiais ou pacotes antes que se tornem desatualizados ou obsoletos.
 

4. Promova relacionamentos positivos com fornecedores e tenha backups

Uma empresa de e-commerce B2B geralmente depende de fornecedores e eles precisam ser confiáveis. Um bom fornecedor fornecerá a você produtos de qualidade, entrega consistente e no prazo e conhecimento das tendências do setor. É importante promover relacionamentos positivos com os fornecedores para garantir que eles também valorizem o seu negócio e compartilhem o conhecimento do setor.
 

Embora a lealdade seja importante, é importante também ter fornecedores de backup à disposição, caso algo aconteça com algum de seus fornecedores principais. À medida que as vendas da sua organização começam a aumentar, é possível que você seja atingido por um grande pedido que seu fornecedor normal não pode atender.
 

5. Tenha um plano de contingência

Não importa o quão cuidadoso você seja, coisas que estão fora de controle acontecem. Chegará um momento em que você venderá algo e ele simplesmente não estará disponível. Você vai esperar por uma devolução ou enviar uma substituição imediatamente? Como você contará ao seu cliente?
 

Ter planos de contingência bem estabelecidos garantirá que você não agravará os danos tomando decisões em pânico. Essas políticas devem ser refletidas em seus termos e condições. Se você estiver substituindo mercadorias perdidas ou danificadas, verifique se o estoque de seu comércio eletrônico reflete isso. Uma política bem planejada e estratégia de comunicação podem ajudá-lo a transformar uma venda após desastre em um comprador fiel.
 

Benefícios das soluções de gerenciamento de estoque

Já vimos que usar a tecnologia na gestão de estoque no e-commerce B2B é uma ótima forma de evitar erros. E os benefícios dessas soluções podem ser ainda maiores quando estão integradas ao ERP – com informações de logística e outras áreas da empresa.
 

Esse tipo de solução é benéfico para empresas B2B por vários motivos, incluindo:

  • Estoque em tempo real. Os clientes precisam confiar que os itens em estoque estão realmente em estoque. Soluções eficazes de gerenciamento de estoque fornecem estoque em tempo real, para que as empresas B2B sempre saibam onde estão. Se um item sai de estoque repentinamente, a empresa toma conhecimento disso imediatamente e pode responder prontamente. Uma empresa também pode observar de perto os itens menos populares para obter informações valiosas sobre o que deve ser mantido em estoque e o que não deve. Mais importante ainda, permite que uma empresa diga com total confiança que um determinado item está em estoque, disponível e pronto para envio.

  • Pontos de reabastecimento precisos. Com uma gestão de estoque no e-commerce B2B de alta qualidade, uma empresa pode estabelecer pontos de reabastecimento precisos e eficazes com facilidade. As melhores soluções usam algoritmos para notificar uma empresa quando mais estoque é necessário, e fazem isso enquanto dão tempo suficiente para que novos itens cheguem antes que estejam totalmente esgotados.

  • Gerenciamento de vendas eficaz. As soluções de gerenciamento de estoque também permitem que as empresas B2B tenham um controle firme sobre quais itens não estão se movendo com rapidez suficiente. Esses itens podem, então, ser reduzidos ou, de outra forma, os clientes podem receber incentivos para comprá-los em quantidades maiores.

  • Inventário externo. A maioria das empresas B2B mantém seus produtos em locais externos. Isso torna ainda mais importante ter um controle de estoque eficaz, preciso e em tempo real. A solução certa de gerenciamento de inventário para comércio eletrônico B2B pode fazer isso acontecer.
     

Você gostou das dicas para eliminar os erros na gestão de estoque no e-commerce B2B? Como você lida com esses processos na sua empresa? Deixe o seu comentário.